JOGO 18
Entre Amigos ENTRE AMIGOS

2

:

2

TRÊS PASSOS Três Passos

09/07/2016 | 14:00 | Furadinho


Escapou

Jogadores comemoram segundo gol do EA, em cobrança de Pênalti de Patrick.
Foto: Thyago Pacheco

NOTÍCIA | 12/07/2016 | POR: THYAGO PACHECO
EA joga bem, mas em falhas individuais cede empate ao Três Passos.

Emocionante. Essa palavra pode tranquilamente definir o jogo do último sábado, em que o EA recebeu o Três Passos. Apesar do empate, o jogo foi repleto de lances de tirar o fôlego do torcedor. No fim, pior para o alvi rubro que viu o time por duas vezes a frente no placar e ceder ao adversário.

Esgotado com a maratona de clássicos nas últimas semanas, o EA encarou o Três Passos preocupado muito mais com seu plantel do que com o adversário. O grande número de desfalques fez a comissão técnica ficar preocupada até o último minuto se teria 11 atletas para levar a campo. Com o reforço do jovem Gabriel, promovido das categorias de base, o time se apresentou de forma madura, estudando o adversário e medindo as ações ofensivas. Betão e Henrique faziam bem o balanço defensivo, dando pouco espaço para o Três Passos atacar.

O EA abriu o placar após uma bela jogada de Renê, que fez lindo passe para Lê Passos, que não desperdiçou e colocou no fundo das redes.

O gol deixou o Três Passos atordoado e a consequência foi o destempero. Os jogadores começaram a discutir entre si e com a arbitragem, tornando o clima do jogo tenso. Curiosamente, quem sofreu a consequência foi o EA, que perdeu uma bola em seu domínio na intermediária. A jogada terminou com o atacante driblando Luciano e tocando para o fundo das redes.

Já na segunda etapa, o EA promoveu a reestréia de Adson. Apesar do longo tempo de inatividade, o jogador não comprometeu e o EA teve boa atuação na defesa, pecando apenas no lance que originou o segundo gol do Três Passos.

Mas, a esse momento o alvi rubro já vencia novamente. Patrick, cobrando pênalti sofrido por Lê Passos, colocou longe do alcance do goleiro e deixou o EA novamente em vantagem no placar.

Porém, depois de novamente perder uma bola em seu domínio e falhar no corte do cruzamento, o EA foi castigado. O gol de empate colocou números finais no jogo, que acabou sendo amargo para o alvi rubro que continua na zona de rebaixamento e precisará de uma campanha fenomenal para escapar da degola.

- Começamos bem. Ficamos duas vezes na frente, mas acabamos cedendo o empate. O importante é que vimos uma evolução no time. Se continuarmos jogando assim, certamente as coisas irão melhorar daqui pra frente - declarou o atacante Renê.



FICHA TÉCNICA