JOGO 02
Entre Amigos entre amigos 0 : 3 comerciário Comerciário
11/03/2017 | 14:00 | Furadinho


Dominado

Comerciário foi mais objetivo e contou com a sorte para superar o EA.
Foto: Adson Farias

NOTÍCIA | 14/03/2017 | POR: THYAGO PACHECO
Mesmo apresentando bom futebol, EA não consegue superar o Comerciário.

Certamente o torcedor alvi rubro que esteve no último sábado na Arena para acompanhar o confronto do seu time com o Comerciário teve uma dúvida sobre qual sentimento lhe acometia ao final da partida. Se deveria estar feliz com a mudança radical de comportamento e o bom futebol novamente apresentado ou triste pela segunda derrota consecutiva em 2017. O fato é que, em comparação com a temporada anterior, o time atual do EA tem dado mais gosto de assistir, porém o resultado do jogo continua a amarga e infelizmente mais comum, derrota.

Mais especificamente nessa partida, uma série de fatores determinaram a derrota do time da casa: a lesão de Vinícius logo no início do jogo, a falta de sorte do EA nas oportunidades que criou e principalmente, a eficiência do Comerciário, que especialmente no primeiro tempo, converteu em gol praticamente todas as chances que criou.

Para a sorte do EA, o goleiro Geovani estava em tarde inspirada e conseguiu com boas defesas, impedir o placar elástico a favor do Comerciário. Porém o bom momento do novo arqueiro do EA não foi o suficiente para impedir a derrota, que traz a Ferreira Lima um clima desagradável e uma consequente pressão pra cima do elenco, que terá que buscar a qualquer custo a vitória na próxima rodada, antes que uma outra palavrinha nada amigável passe a fazer parte novamente do dia a dia do EA: crise.



Geovani | GOL 8,5
Mostrou a evolução que o torcedor vem esperando no seu futebol. Não conseguiu evitar a derrota, porém fez defesas firmes e impediu a goleada.
Careca | LAD 8,0
Esbanjou lucidez e inteligência. Bom no posicionamento e não comprometeu defensivamente em nenhum momento. Precisa apoiar um pouco mais o ataque.
Carlinhos | ZAD 6,0
Deu espaço ao atacante, que conseguiu marcar o primeiro gol. Sentiu uma lesão e saiu no intervalo, no momento em que sua presença em campo era fundamental.
Patrick | ZAE 6,5
O excesso de confiança em sua técnica apurada em algumas vezes o deixa em situações de risco. Precisa simplificar um pouco mais seu jogo. Porém ainda é o principal jogador da posição no elenco.
Adson | LAE 4,0
Sentiu a falta de ritmo e atuou pouco tempo, não chegando a construiu ou anular nenhuma jogada adversária.
Betão | VOL 8,0
Ao contrário da partida anterior, tentou conduzir demais a bola, o que não é o seu forte. Defensivamente, vem se mostrando peça chave no esquema.
Deyvson | VOL 8,0
Deu dinamismo ao jogo, impondo velocidade na recuperação e saída de jogo. Fez uma dupla incrível com Betão.
Lê Cunha | MEC 6,0
Apagado, ao contrário da semana anterior, não conseguiu acertar praticamente nada que tentou e saiu no intervalo.
Lê Passos | ATA 8,0
Foi essencial na função de líder, orientando e mantendo o foco dos companheiros. Com a bola no pé levou dificuldades ao adversário com velocidade e dribles curtos. Mostrou mais interesse em chutar ao gol, que é uma de suas deficiências e isso é importante para o time.
Vini | ATA 5,5
Sentiu uma lesão e saiu logo no início do jogo. Antes, teve tempo de deixar um companheiro em boas chances de marcar, porém o goleiro adversário frustrou a jogada.
Renê | ATA 6,0
Brigou muito e viu um lindo chute seu ser defendido pelo goleiro logo no início da partida. Sofreu uma pancada e precisou ser substituído no intervalo.
Thyago | ATA 5,0
Teve mais movimentação, porém falta fazer aquilo que se espera de um centroavante: gols.
Luciano | ZAG 6,0
Ainda em fase de adaptação a jogar na linha, enfrentou algumas dificuldades principalmente no posicionamento. Mas tem boa força física e velocidade, o que deve ajudar em sua transição.
Junior | ZAG 6,0
Lento na recuperação, foi superado na velocidade logo em seu primeiro lance e parou a jogada com falta, que lhe rendeu cartão amarelo. Por conta disso, jogou preocupado todo o segundo tempo e teve sua atuação prejudicada.
Abacate | ATA 8,0
Intenso e brigador, foi o grande personagem da segunda etapa. Teve a chance de marcar o gol, mas o chute saiu fraco.
Pablo | MEC 6,0
Entrou fora de sintonia e demorou para engrenar. Apesar da técnica apurada com a bola nos pés, ficou um pouco perdido em campo.
Diogo | MEC 0,0
Não Jogou.
Betinho | LAD 0,0
Não Jogou.