JOGO 23
Entre Amigos entre amigos 2 : 3 porto Porto
12/08/2017 | 14:00 | Furadinho


Por pouco

Edu foi destaque no jogo com dois gols e boa atuação.
Foto: Thyago Pacheco

NOTÍCIA | 14/08/2017 | POR: THYAGO PACHECO
EA luta, mas não consegue superar o Porto e sofre dura derrota.

O EA teve uma partida dura contra o Porto no último sábado. O clássico era visto como fundamental para as duas equipes, que buscam sair da zona intermediária da tabela do campeonato.

Mas na luta dos candidatos a ascensão, venceu o time visitante. O Porto foi mais eficiente e soube aproveitar as falhas do setor defensivo do EA em uma tarde onde no ataque surgiu o que talvez seja o grande ponto positivo do jogo. O garoto Edu voltou a jogar bem, sendo inclusive o autor dos dois gols do jogo, um deles em cobrança de pênalti sofrido por ele próprio em um lance que mostrou muita personalidade, ao insistir e conquistar a oportunidade de cobrar. No segundo, com um lindo chute de fora da área, deixou o EA vivo no jogo. Porém, não o suficiente para reverter o placar que coloca o time em situação delicada na competição. Uma vitória sobre o Náutico na próxima semana é fundamental para o alvirrubro manter viva a esperança de chegar ao G4.



Juninho | GOL 8,5
Extremamente seguro e frio, passa traquilidade para todo o time atuando com defesas precisas.
Geovani | LAD 6,5
Apesar de se apresentar bem no araque, ainda é muito displicente na marcação. No segundo tempo sentiu o cansaço.
Junior | ZAD 7,0
Teve dificuldade em seu setor, por não contar com a ajuda de Geovani na marcação. Sua falta de velocidade foi explorada pelo adversário, mas soube se posicionar bem na maioria das vezes.
Patrick | ZAE 7,5
O melhor jogador do setor defensivo. Certamente o resultado teria sido outro se tivesse permanecido em campo para o segundo tempo.
Adriano | LAE 6,0
Sentiu a falta de ritmo e não conseguiu impor a sua principal característica, o vigor físico. Atrapalhado pelo tempo de bola, não conseguiu impedir um dos gols.
Betão | VOL 8,0
Conseguiu se manter concentrado apenas em jogar futebol durante toda a partida, o que o coloca como um dos destaques do jogo. Bem nos desarmes e imprescindível na proteção aos zagueiros.
Deyvson | VOL 8,0
Conseguiu dar dinamismo principalmente nas saídas de bola. É impressionante seu aumento de rendimento quando joga mais recuado.
Lê Passos | MED 6,5
Prendeu demais a bola em lances que poderia dar velocidade. Porém ainda é uma das principais peças do time, por ser tecnicamente diferenciado.
Lê Cunha | MEE 6,0
Apagado no primeiro tempo. No segundo, quando foi deslocado para a lateral deu qualidade no setor, jogando com lucidez.
Thyago | ATA 5,0
Nada fez enquanto esteve em campo. Encontrou dificuldades em se posicionar ao lado de Renê.
Renê | ATA 6,5
Bem marcado pelos zagueiros, não conseguiu espaço para finalizar. Foi importante ao utilizar a força física para servir de pivô.
Pablo | LAE 6,0
Entrou bem no jogo, mas ficou pouco em campo. Saiu lesionado e virou preocupação para a próxima rodada.
Edu | ATA 9,0
Personalidade e talento. Foi ousado ao partir pra cima dos adversários e não se amedrontar com as ameaças. Sofreu o pênalti e ganhou na insistência a oportunidade de bater e converter. Ainda marcou outro gol em um lindo chute de fora da área.
Diogo | MEC 8,0
Jogou com inteligência e precisão com a bola nos pés. Se acelerar o processo de preparação física tem tudo para conquistar a vaga de titular.