JOGO 26
Entre Amigos entre amigos 1 : 4 união brejaruense União Brejaruense
02/09/2017 | 14:00 | Furadinho


Humilhante

Muros da Ferreira Lima amanheceram pixados.
Foto: web

NOTÍCIA | 04/09/2017 | POR: THYAGO PACHECO
EA não vê a cor da bola e sofre goleada para o União Brejaruense em casa.

Silêncio. Do tipo mais doloroso possível. A ausência de manifestação do torcedor alvirrubro presente na Arena no último sábado refletia o clima de incredulidade que imperava após o jogo onde o EA foi simplesmente humilhado pelo União Brejaru em uma partida que, além do sonoro placar, teve também um domínio total e absoluto do time visitante.

O jogo não chegou a se equilibrar em momento algum. O EA, que tinha a ausência de Deyvson no meio de campo, encontrou muita dificuldade na movimentação. Com Diogo e Lê Cunha atuando como meias ofensivos, restou a Lê Passos, jogando improvisado como volante, impor a dinâmica característica do time do EA. Mas mesmo o camisa 7, muito bem marcado por sinal, pouco produziu. O EA se mostrou no último sábado um time previsível, sem capacidade de recuperação e com um limitado repertório de jogadas que pudessem surpreender o adversário.

No ataque, Renê não recebeu um passe sequer e Diego, em dia nada inspirado, desperdiçou pelo menos três ótimas oportunidades de gol, duas ainda com o placar em 0 a 0. No segundo tempo, Vini entrou e conseguiu nos primeiros 10 minutos oferecer alguma opção. Chegou inclusive a fazer a jogada do único gol marcado pelo EA na partida. Em arrancada pela esquerda, driblou 4 adversários e deixou Lê Passos na boa para diminuir. O problema é que àquela altura o União já vencia por 3 a 0 e poucos minutos depois voltou a marcar.

Geovani voltou ao gol depois de longo tempo de inatividade se recuperando de uma fratura no dedo da mão e, visivelmente sem tempo de bola, não apresentou nem parte do futebol que vinha mostrando até o momento que se machucou. Na zaga, Carlinhos falhou feio no primeiro gol ao tentar dominar uma bola dentro da área e Luciano não conseguiu acompanhar o veloz ataque adversário.

No geral, um time apático e visivelmente abatido psicologicamente com a superioridade do adversário que dificilmente conseguiria reverter o placar, mesmo que o jogo tivesse um tempo a mais.

Pressionada, a diretoria se fechou e resolveu não conceder entrevistas. A instrução se estende também até a comissão técnica, que não participou nem da coletiva após o jogo, sob a justificativa de que haveria uma reunião importante com todo o grupo de jogadores e diretores. Os muros da Ferreira Lima amanheceram pixados no domingo e um clima de tensão pesa sobre os ombros do grupo às vésperas de mais um clássico. O EA receberá o time do Bola Show no próximo sábado, às 14 horas, na Arena.



Geovani | GOL 5,0
Sem tempo de bola e ritmo de jogo. Não conseguiu impor dificuldades para o adversário.
Rafael Baiano | LAD 5,0
Perdido, não conseguiu marcar nem apoiar.
Carlinhos | ZAD 5,0
Falhou no primeiro gol e mostrou abatimento por conta disso. Sua experiência deveria pesar para que continuasse focado no jogo, o que não aconteceu.
Luciano | ZAE 5,0
Não conseguiu marcar os atacantes adversários e sofreu com a pressão.
Fagundes | LAE 5,0
O jogador mais lúcido da defesa, mas também não conseguiu conter os ataques adversários.
Betão | VOL 5,0
Sozinho na contenção, tentou cobrir todos os espaços, mas acabou não conseguindo nenhum.
Lê Passos | VOL 5,0
Voluntarioso, se ofereceu para jogar de volante em prol do time. Porém a pouca experiência na função acabou atrapalhando mais do que ajudando. O time ainda é refém da sua criatividade.
Diogo | MED 5,0
Não conseguiu se movimentar para dificultar o dinamismo do meio de campo do adversário e se tornou previsível.
Lê Cunha | MEE 5,0
Não conseguiu se posicionar em campo e acabou se anulando no jogo.
Diego | ATA 5,0
Em um jogo complicado, foi quem teve as melhores oportunidades, mas não conseguiu converter nenhuma.
Renê | ATA 5,0
Não tocou na bola.
Thyago | ATA 5,0
Assistiu o jogo de dentro do campo.
Pablo | ATA 5,0
Perdido, não marcou, não passou, nem chutou. Prendeu demais a bola quando a teve em sua posse. Saiu após jogar menos de 20 minutos.
Vini | LAE 5,0
Jogou 5 minutos. Fez a jogada do gol, depois sumiu.
Diogo | ZAG 5,0
Jogador interessante. Sua análise foi prejudicada pelo contexto do jogo.
Julio | MEC 5,0
Procurou se movimentar e dar dinamismo ao meio de campo. Mas também não teve sucesso.
Betinho | LAD 0,0
Não jogou.