Saída pelo cantinho.

Com apenas um jogo disputado em 2017, Marlon é o caso mais preocupante no elenco do EA.
Foto: Thyago Pacheco

NOTÍCIA | 26/05/2017 | POR: LEANDRO CUNHA
Novo planejamento prevê algumas barcas e a lateral pode sofrer a maior delas.

Nem tudo é o mar de rosas no Ferreira Lima, já se sabe e não é de hoje que a posição que mais causa dor de cabeça no clube é a lateral. Isso porque das quatro vagas disponíveis no elenco três estão preenchidas. Todas no mesmo lado, o direito.

O problema é que desses três atletas, somente um se apresenta em condições totais de jogo, que é justamente o recém chegado Careca, o "Tiozinho". Analisando mais a fundo o caso, chega-se a uma preocupante constatação: o EA pode ficar sem laterais antes mesmo do fim da temporada.

Por razões distintas, todos os jogadores que atualmente estão no plantel do EA podem se tornar baixas definitivas em breve. Veja os casos.

* O camisa 21 Betinho está no DM com uma séria lesão no joelho. A previsão de volta é para 2018. Com o fim do contrato em dezembro de 2017, a renovação não está garantida;

* O camisa 2 Marlon depois de 4 meses suspenso voltou aos gramados, mas fatores extra campo levaram a diretoria a declarar publicamente que aceita negociar o jogador, inclusive abrindo mão da multa rescisória para se ver livre do atleta. Consta que existem clubes interessados, o que pode definir em breve o fim da passagem do jogador pelo alvirrubro;

* O camisa 16 Careca só ficou de fora em um jogo da temporada até o momento. É um dos atletas mais regulares do elenco e seria a solução para o clube no lado direito do campo. Isso se não fosse a falta de disciplina do atleta, que já foi advertido várias vezes pela diretoria. A presidente do clube, irritada com o fato do jogador ter saído do jogo antes mesmo do apito final, declarou que pode ter sido a última partida do Tiozinho. O representante do jogador é esperado na Ferreira Lima nos próximos dias para discutir seu futuro no clube.

Se as saídas realmente se concretizarem, o clube ficará sem jogadores para a posição e a comissão técnica precisará apelar para improvisos. Nada diferente do que já vem sendo praticado desde o início do ano, porque só conseguiu em um jogo ter dois laterais disponíveis.

Muito chateado com a situação, Lê Passos, que compõe a comissão técnica fez uma publicação em seu perfil em uma rede social de um texto que mostrava total desagrado com alguns atletas, referindo-se visivelmente a alguns que, teriam tido a renovação concretizada após sua intervenção.

"Cansei de dar com a cara na parede e passar talco na bunda, não vou colocar o meu na reta por mais ninguém. Não quer, vaza!"

No início da semana, algumas pichações foram apagadas no muro da sede do clube. Informações dão conta que a manifestação tinha como alvo jogadores chamados de "chinelinhos" e, pelo visto, vai surtir efeito. O certo é que contratações irão ocorrer e novos laterais irão chegar. Agora só não se sabe quantos irão descer do avião.

Lê Passos foi procurado, mas não atendeu nossas ligações.